27 de dez de 2010

Pensamento coletivo


Hoje mais intensivamente é evidente um grande número de organizações, grupos, projetos e coisas do gênero, no que concerne a coletividade e a união tem-se um conjunto de ideias para alcançar algo, uma causa, um manifesto, uma política, uma ideologia, enfim, vê-se que o poder coletivo é fundamental no processo de conquista da coletividade, foi assim que se estabeleceram os sindicatos reivindicado melhorias para o trabalhador, foi assim que surgiram as associações, seja ela beneficentes ou de interesses, a UNE a CUT daí suas filiais, os centros acadêmicos nas universidades, os grêmios nos colégios, os projetos comunitários filantrópicos e tantos outros no mundo afora, a igreja não fica de fora com seus projetos e campanhas de mobilização eclesiásticas e social.

Entretanto, no tempo em que estamos vivendo o interesse pessoal está no auge, isso não quer dizer que em outros tempos não esteve, pelo contrário, sempre os homens tenderam a ser individualistas, interesseiros, principalmente os que detêm riqueza, como ainda hoje há uma grande maioria passando necessidades e uma minoria abastada gastando mundos e fundos para deleites próprios,

Algumas pessoas mesmo sendo oprimidas por esse “sistema” tendem a ser individualistas, não olha o seu irmão ao lado que está passado o mesmo problema que ele passou (ou passa), não se mobiliza quanto a seu próximo e até alguns grupos que de início trabalha para o bem coletivo, entretanto com o passar do tempo acabam se corrompendo pela soberba e mudando o foco moral da causa, ou ainda, não olha (ou não querem vê) uma causa geral comum a todos, enquanto o egoísmo for mais importante a sociedade passará em desatino, frustações, dores e fomes diante de tantas riquezas e coisas boas para usufruir no mundo.

Quero aqui, com esse manifesto me ater ao projeto Alerta Jovem. Aos que vê e sente a grande necessidade dos povos, incluindo aqui os crentes e não crentes, de uma aproximação real com Deus, e uma vida com princípios éticos, bíblicos, que exalte o amor ao próximo, que amem ao Deus verdadeiro, que alimentem a paz e a verdade, assim contribuirmos fazendo aquilo que nosso mestre nos ordenou: “Ide, pregai o evangelho” e “amai-vos uns aos outros”.

Pensar coletivamente é a primeira atitude que devemos ter, pensar nos outros, juntar as mãos mesmo estando separados, unir os pensamentos, as atitudes, ter força de vontade, despir-se do preconceito de que “sou melhor” ou “ele é melhor” não! Todos nós somos imperfeitos, todos temos semelhantes e distintos modos de pensar, de andar... Quando levamos a mensagem da cruz somos diferentes, quer queiramos ou não, temos que aprender a sermos diferentes, conviver e viver sendo quem queremos ser, querendo e buscando sempre ser aquele(a) que Deus chamou para ser, vamos fazer a nossa revolução, segurar a bandeira da integridade, da ética, da moral, enfim, do bem.

Conclamo a todos, independente de sexo, faixa etária ou denominação, para pensar com a mente de Cristo, e viver como Cristo, seguir seus passos, observar suas palavras, fazer a vontade Dele, unirmos pela causa da salvação das almas e de um viver integro com propósitos para que haja êxito no projeto das nossas vidas.


Seja o primeiro a comentar

Postar um comentário

Copyleft 2008-2011 Alerta Jovem
© Outros autores
Mais ZoomMenos Zoom

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO