26 de abr de 2009

Resistindo ao Diabo



“Sujeitai-vos, portanto, a Deus;
mas resisti ao diabo, e ele fugirá de vós.”
(Tiago 4.7)


Arthur W. Pink
Este versículo nos apresenta um aspecto da Verdade
acerca do qual há ampla ignorância entre os crentes.
Com freqüência, eles se mostram inconscientes de que o “diabo” os está
atacando e precisa ser resistido. Muitos supõem que as investidas de Satan
ás estão limitadas às tentações para que pequemos. Isto não é verdade;
em muitos casos, o objetivo dele é opor-se e impedir-nos de fazer
o que é bom. Constantemente, ele utiliza os seres humanos a fim de
atrapalhar-nos e inquietar-nos. Por exemplo, ele enviará alguém para
bater à porta ou chamar-nos ao telefone, quando estamos orando. Ele
mandará parentes visitarem-nos no domingo, impedindo-nos assim de
gastar tempo na comunhão com o Senhor. Ou criará “circunstâncias”
para obstruir nosso progresso espiritual, multiplicando nossos deveres
e tarefas, de modo que não tenhamos tempo livre ou fiquemos muito cansados
para estudar a Bíblia.
Poucos filhos de Deus parecem saber que possuem o privilégio e o
direito de serem vitoriosos contra os ataques de Satanás. O Senhor não
deixou seu povo aqui à mercê de seu grande inimigo, sem meios para
vencê-lo. De maneira alguma; Ele nos ensina em sua Palavra como podemos
derrotá-lo.
Iniciando: “Resisti ao diabo, e ele fugirá de vós”. Este é um mandamento
divino. Um dever que o Senhor colocou sobre nós. Nossa primeira
responsabilidade no que concerne a este mandamento é dar-lhe nossa
melhor atenção, gravá-lo em nossos corações, ponderar seus termos,
desejar e resolver obedecê-lo.
Provavelmente, alguns dirão: “Eu quero, mas não sei como”. Então,
nossa segunda responsabilidade referente a este mandamento é reconhecer
este fato, pedindo a Deus que nos ilumine e nos ensine como obedecê-
lo. Conte-Lhe que deseja fazer aquilo que Ele ordenou e suplique instrução
e capacidade para realizá-lo.
Embora isto seja importante e necessário, não é o bastante. A oração nunca foi designada por Deus para eximir-nos de nossas responsabilidades
e incentivar a indolência. Não basta orar para que Ele me conceda um jardim frutífero neste
verão — embora eu deva orar a respeito disso e, igualmente, das outras
coisas (Fp 4.6). Não apenas isso, eu tenho de cavar, plantar, regar o
jardim e arrancar as ervas daninhas.
Portanto, a resposta à minha oração por entendimento para obedecer a
exortação de Tiago 4.7 tem de vir a mim através das Escrituras. Assim,
minha terceira responsabilidade é examinar as Escrituras, suplicando
que o Espírito Santo graciosamente me guie à verdade. Isto significa que
preciso ler a Bíblia com um objetivo definido, almejando descobrir aquilo
que ela ensina sobre o crente resistindo ao diabo, de modo
que o diabo fuja do crente...

você pode ver esse texto completo em:http://www.monergismo.com/wp-content/uploads/resistindo-diabo_aw-pink.pdf

1 Comentário:

Anônimo disse...

Deus seja louvado!! Como é interessante a vida Cristã, nós aceitamos a Jesus, começamos a andar na sua presença





















Como é sábia e rica a palavra de DEUS. Os conselhos e ajuda constante que ELA nos proporciona, são de grande valia. É chegada a hora, precisamos cada dia mas nos revestir da palavra e fugir da aparência do mal. Gostei do artigo. boa essa palavra.

Deus te abençõe irmão.


Márcio Anderson

Postar um comentário

Copyleft 2008-2011 Alerta Jovem
© Outros autores
Mais ZoomMenos Zoom

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO